Febrac surpreende com visitações e volume de negócios realizados

0 Flares Filament.io -- 0 Flares ×

Movimentação intensa na 12ª Febrac

A Feira de Máquinas e Componentes para Calçados (Febrac) encerrou sua 12ª edição na quinta-feira, 29.  Com intensa visitação nos três dias e comercializações efetivadas, fornecedores já consideram a feira a melhor dos últimos anos.

Com sete expositoras na Febrac, a Leder Representações, não tem do que reclamar. O público que frequentou seus estandes realizou compras e animou os fabricantes de maquinários.

“A Febrac foi além de nossa expectativa. Tivemos um movimento bem seletivo com vendas de máquinas. Concretizamos, pelo menos, 12 máquinas entre pesadas e leves. Vendemos duas máquinas de fusionar, cinco prensas, uma de aplicar couraça, uma de passar cola na sola, uma máquina de refilar, uma de aplicar etiqueta, o balancinho veio vendido, uma de overloque e estamos com a possibilidade de vender mais”, enfatizou o representante comercial, Júlio César Moraes.

O presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda, destacou a movimentação intensa e as vendas dos produtos expostos.

“A Febrac surpreendeu a todos os expositores que aqui vieram. A feira se mostrou como ambiente de negócios muito favorável e cumpriu sua missão de mostrar aos industriais as novidades de máquinas e componentes. Vimos aqui muitos empresários industriais vindo num dia e voltando no outro para terminar seus negócios, sinal de que foi interessante. Na feira os interesses se encontraram, negócios foram gerados e nos surpreendeu em visitação e em fechamento de negócios”, assegurou Lacerda.

Industriais

O industrial de Birigui, interior de São Paulo, Isaque Rodrigues, veio para a Febrac pela primeira vez. Na feira, o empresário conferiu os lançamentos e aproveitou para fechar negócios.

“A feira foi muito positiva no sentido de variedades de estandes, várias empresas e empresas grandes. Nós estamos buscando a injeção direta, então o estande que nos chamou muita atenção foi a Himaco e também a Branyl, que faz hoje a linha de tear. Nós já a conhecíamos e viemos aqui concretizar um negócio com eles. Também já deixamos um negócio engatilhado com a Himaco”, afirmou Rodrigues.

A proprietária de uma fábrica de calçados femininos, Sidália Ferreira, conta que buscou por componentes e fez contato com novos fornecedores.

“Fiquei surpresa, tinha muita coisa bacana, muito fornecedor que a gente não conhecia, fornecedor que não conhecia Nova Serrana e todos trazem uma proposta diferente e muita inovação. Vim à procura de componentes e achei coisas muito diferenciadas”, destacou Ferreira.

Visitantes

O modelista, Leonardo Macedo, aproveitou para conferir todos os itens expostos e pensar nas novas coleções na fábrica em que trabalha.

“Achei muito interessante, teve muitas novidades e estou muito satisfeito com o que vi não só em componentes, mas também em máquinas que vão agregar muito para Nova Serrana. Para nós que trabalhamos com desenvolvimento não podemos deixar de olhar o que interfere diretamente no nosso trabalho”, disse.

Macedo destacou também as máquinas e componentes que mais lhe chamou a atenção.

“Achei a máquina de serigrafia bem diferenciada e também a máquina de zig, os calce fácil. De componentes têm muito material novo e uma tendência bem atual como o nobucado. Estão apostando em cores diferentes, tem muitos materiais interessantes”, apontou Macedo.

Selma Assis
Assessora de Comunicação

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io -- 0 Flares ×