Max Termoplásticos aumenta produção em 30%

0 Flares Filament.io -- 0 Flares ×

Reunião com Max Termoplásticos

Fornecedor garante atendimento até o fim do ano, porém preços devem subir nos próximos meses

Na manhã de ontem, 31/08, o Sindinova recebeu a Max Termoplásticos para tratar sobre o fornecimento de PVC e a demanda do produto nos próximos meses. O preço também preocupa os empresários, já que o dólar continua em alta. O fornecedor, no entanto, garantiu o atendimento e afirmou que aumentou em 30% sua capacidade produtiva.

Diante do cenário incerto, o diretor da empresa, Luciano Soares, assegurou a entrega do produto aos clientes. Enfatizou que a prioridade é atender o mercado de Nova Serrana e que, para isso, reduziu o fornecimento aos outros polos calçadistas.

“A Max está devidamente abastecida de matéria-prima para atender a demanda de venda e cumprir com os compromissos assumidos”, afirmou.

Capacidade produtiva

De acordo com Soares, neste ano, a Max Termoplásticos aumentou a capacidade produtiva em 30% com o ajuste de maquinários e aumento de turnos para conseguir atender aos fabricantes de calçados.

“Em torno de 90% dos nossos clientes já se programaram para o mês de setembro. Para os próximos meses, iremos liberar as vendas, gradativamente, de acordo com nossa capacidade produtiva e dos preços das matérias-primas”, salientou.

Preços

Soares disse também que a matéria-prima é cotada em dólar e seu preço varia ao longo do ano frente à oferta x procura. “De janeiro a agosto deste ano houve uma valorização em torno de 33% da moeda americana em relação ao real”.

Entre os fatores que elevaram o valor do produto estão: diminuição da oferta mundial da fabricação de resina de PVC e a retomada das empesas e reaquecimento da economia. A resina de PVC sofreu reajuste em torno de 44%. Os plastificantes em torno de 56% e os expansores, em torno de 33%.

Seguindo este cenário, os preços dos derivados de PVC estão em alta e devem subir ainda mais nos próximos dois meses.

“O mercado não está favorável para vendas de calçados programadas a longo prazo, sem que o fabricante tenha uma margem e/ou condição para repassar possíveis reajustes de preços das matérias-primas”, aconselhou Luciano.

Migração para TR

Luciano afirmou que alguns clientes migraram, parcialmente, suas coleções para o TR, já que os preços destes materiais estão estáveis. O empresário garantiu, ainda, que tem disponibilidade imediata para este produto.

Programação Outubro

Luciano adiantou que, na próxima semana, receberá os pedidos para a programação de entrega de materiais para o mês de outubro.

Para mais informações, os fabricantes podem entrar em contato com a Max Termoplásticos pelo telefone 37-3226-4990 (Érica – gerente comercial).

Selma Assis
Assessora de Comunicação

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io -- 0 Flares ×