Nova Serrana se prepara com projeto pioneiro de competitividade

0 Flares Filament.io -- 0 Flares ×

foto 0005.jpg
Carlos Tarrasón (Competitiveness)

Internacionalização dos negócios, novos rumos do mercado e competitividade serão o foco do projeto

O pólo de Nova Serrana está em pleno desenvolvimento comercial e industrial e tem previsto para o próximo ano colher os frutos do primeiro trabalho de competitividade implantado no setor de calçados brasileiro. Dessa forma, a região vem recebendo desde janeiro a consultoria da empresa espanhola Competitiveness, reconhecida em todo mundo nas áreas de efetivação dos processos de melhoria da competitividade e internacionalização de negócios. O projeto é executado pelo Sebrae, com o apoio do Sindinova (Sindicato Intermunicipal da Indústria do Calçado de Nova Serrana) e do Sistema Fiemg, e visa incrementar a competitividade das empresas da cadeia produtiva de calçados de Nova Serrana.

A iniciativa foi apresentada oficialmente nesta quinta-feira (27/03), às 18h30, na Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade. Estiveram presentes os representantes das entidades parceiras do projeto e empresários da região, que puderam acompanhar a palestra dos consultores Carlos Tarrasón e Rafael Tello. Ele abordou temas como a atual posição do pólo mineiro nos cenários nacional e internacional, os resultados já alcançados nos primeiros meses de trabalho e as próximas etapas a serem desenvolvidas.

“O projeto consiste em três fases, que durarão seis meses. Na primeira, já finalizada, conseguimos analisar a atual situação pólo, através de visitas realizadas a 41 indústrias, reuniões com as instituições de apoio e análise de trabalhos prévios. Na segunda, iremos definir as estratégias de futuro para as empresas e uma visão de futuro para o APL e, na terceira, desenharemos as ações efetivas para estas estratégias. Nos meses seguintes colocaremos as ações em prática. A intenção é construir um trabalho com todas as empresas do APL de Nova Serrana para reforçar as diretrizes já existentes e definir novas de curto e longo prazo”, concluiu.
Tarrasón lembrou que a implantação das ações deverá ocorrer em um prazo de um ano e meio após os seis meses iniciais. Dentro deste período, acontecerão reuniões trimestrais para monitorar o desenvolvimento do trabalho.

Para o presidente do Sindinova, Ramon Alves Amaral, a iniciativa irá fortalecer a região e favorecer ainda mais seu desenvolvimento. “Um trabalho como este demonstra a preocupação de Nova Serrana com o futuro. Os resultados nos mostrarão os principais pontos de atuação no setor para os anos seguintes”, finalizou.

Já o diretor de Operações do Sebrae – MG, Matheus Carvalho, falou sobre os objetivos e focos do projeto. “Queremos pensar em Nova Serrana nos próximos 15 anos, por isso trouxemos uma empresa com visão global de mercado, com a experiência de mais de 100 projetos pelo mundo”, definiu.

A próxima apresentação ocorrerá no dia 29 de maio, data em que será mostrada análise mais completa de Nova Serrana, propondo estratégias de futuro para as empresas e uma visão de futuro para o APL. A metodologia da Competitiveness é de origem americana e aplicada durante mais de 15 anos em diversos países do mundo, como Espanha, França, Itália, Dinamarca, Suécia, Argentina, México, Chile e outros.

Para mais informações sobre o projeto, acesse o site www.competitividadens.com .

Assessoria de Comunicação Institucional
Jornalista responsável: Juliana Lorenzato
juliana@sindinova.com.br
(31) 8471-7742

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io -- 0 Flares ×