Projeto Comprador e Rodada de Negócios movimentam economia de Nova Serrana

0 Flares Filament.io -- 0 Flares ×

foto projeto compradorjpg.jpg

Mostruários de todas as linhas, cores e modelos encheram as mesas de compradores nacionais e internacionais durante o 1° Projeto Comprador e Rodada de Negócios de Nova Serrana, que terminou esta semana no Sindinova – Sindicato Intermunicipal da Indústria do Calçado de Nova Serrana. Pela primeira vez no pólo, estes dois grandes programas se uniram para aquecer as vendas, mostrando o potencial produtivo do setor mineiro. Realizado pelo Sindinova, em parceria com o Sistema Fiemg, através do CIN – Centro Internacional de Negócios -, Sebrae, Abicalçados – Associação Brasileira das Indústrias de Calçados e Apex – Agência de Promoção à Exportação, o evento reuniu mais de 80 empresas e 12 compradores brasileiros e internacionais.
Para o vice-presidente do Sindinova, Ronaldo Andrade Lacerda, Nova Serrana desenvolveu qualidade e quantidade de produção ao longo dos anos, sendo importante, agora, trabalhar o aspecto comercial das empresas. “Este evento foi importantíssimo para isso, aumentando as vendas e conseguindo novos clientes. Os produtos do pólo já são conhecidos em todo o mercado interno e agora pretendemos aumentar as vendas para o exterior”, definiu.

De acordo com os números do Sebrae, responsável pela Rodada de Negócios com lojistas nacionais, foram comercializados durante os três dias cerca de 100 mil pares de calçados, sendo a previsão para 2007 de 1milhão 116 mil pares.
Quem comemorou o volume foi Artêmio Copetti, da Pittol Calçados (SC), cliente de Nova Serrana há 22 anos. Com capacidade de compra de até 600 mil pares/ano, a Pittol ainda se surpreende com a quantidade de marcas novas que o pólo é capaz de produzir. Segundo Copetti, cerca de 50% das empresas que participaram da Rodada de Negócios eram novidade para sua empresa. “Fechamos pedidos com novos clientes e acreditamos que os negócios para o ano que vem podem ser mehores ainda”, definiu o lojista. Para distribuir os produtos para as 23 lojas da rede, o empresário comprou aproximadamente 65 mil pares de calçados durante a Rodada.
Entre os clientes estava o empresário Sidnei Antônio Camilo, da Calçados Ibal, que aproveitou a oportunidade para negociar 3 mil pares durante os três dias. “As vendas são diferentes quando estamos cara a cara com o lojista porque temos a oportunidade de mostrar o produto explorando todo o seu potencial”, afirmou Camilo. O empresário acredita que os negócios também cruzarão as fronteiras. “Preparei amostras de chuteiras, society e indoor e a probabilidade de exportar para a Venezuela é enorme”, comemorou o empresário.

Os importadores do Projeto Comprador, coordenado pela Abicalçados, também se impressionaram com a capacidade produtiva do pólo. Para o atacadista português Manoel Silva, da empresa Majosil, os negócios realizados em Nova Serrana vão se estender ao longo de 2007. “Já conhecia a qualidade dos produtos do pólo, mas, desta vez, verifiquei o potencial de produção de calçados femininos e fechei pedidos importantes”, disse Silva. Segundo o importador, que distribui os produtos em Portugal e nas Ilhas Madeira e Açores, as expectativas de negócios para o próximo ano giram em torno de US$ 105 mil.
De acordo com a assessora de marketing da Abicalçados, Juliana Kauer, a passagem do Projeto por Nova Serrana pode render para o próximo ano negócios superiores a US$ 1 milhão 950 mil. “Os importadores ficaram satisfeitos com os produtos que foram apresentados, mostrando que o Projeto foi um sucesso na cidade mineira”. Em 2007 a edição do Projeto Comprador deve acontecer em abril, quando o pólo realiza sua primeira Feira de Calçados – Nova Serrana Feira e Moda.
O Projeto Comprador é uma estratégia da Abicalçados, em parceria com a Apex para aumentar as vendas, girando o produto brasileiro para outros países, já que muitos importadores querem em suas vitrines calçados made in Brazil. Segundo ela, em 2005 o Brasil exportou cerca de 190 milhões de pares, o equivalente a 1 bilhão 887 milhões de dólares.

Assessoria de Comunicação Institucional
Jornalista responsável: Juliana Lorenzato
juliana@sindinova.com.br
(31) 8471-7742

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io -- 0 Flares ×