Sindinova apresenta programas sobre Melhoria do Processo Produtivo para associados

0 Flares Filament.io -- 0 Flares ×

SENAI ofertará as consultorias para ambos os projetos

Apresentação dos programas de Melhoria do Processo Produtivo aos associados

Apresentação dos programas de Melhoria do Processo Produtivo aos associados

O Sindinova por meio do SEBRAE e FIEMG Competitiva está oferecendo dois programas para a Melhoria do Processo Produtivo para as fábricas associadas. O objetivo é organizar as empresas internamente para que possam reduzir as perdas e obter maiores ganhos.

Pelo SEBRAETEC, serão contempladas as micro e pequenas empresas com faturamento anual de até R$ 4.8 milhões. Com 80% de patrocínio, as fábricas que fizerem a adesão irão pagar apenas R$ 220,00 por 10h de consultoria.

Para o analista Técnico do SEBRAE, Dênis Magela, esta é uma oportunidade para que os empresários possam rever a sistemática adotada e fazer ajustes para o controle dos gastos.

“Oportunizamos estes consultores, principalmente, neste momento tão complicado em que as empresas estão passando. E, neste processo de retomada, estar ofertando esta metodologia para as indústrias calçadistas de Nova Serrana é muito bom”, pontuou Magela.

Embora o método empregado seja o mesmo, o programa FIEMG Competitiva alcança aquelas empresas com faturamento maior que R$ 4.8 milhões/ano e o investimento é de 4 parcelas de R$ 500,00. Enquanto o SEBRAETEC oferece módulos de 10h de consultoria, a FIEMG estabeleceu um plano completo de 60h, sendo 16h de qualificação e 44h de atendimento individual (in loco).

O presidente do Sindinova, Ronaldo Lacerda, enfatiza a importância destes programas para as empresas calçadistas.

“Como tivemos a pandemia e as fábricas ficaram em redução de jornada, elas perderam o ritmo de trabalho e se recupera isso com organização. Muitas vezes a empresa quer melhorar, mas não tem um programa para seguir, não tem um planejamento para seguir, não tem um plano de ação para seguir, então o SENAI chega com isso”, disse.

Metodologia

Detentor da prestação de serviço de ambas as consultorias, o SENAI tem como metodologia o Lean Manufacturing, cuja filosofia de gestão tem como premissa focar na redução dos desperdícios e tempo e melhorar a qualidade e custo de produção.

“É importante porque são projetos que têm o foco de trabalhar o processo de produção, de organizar, de melhorar a produtividade, de trabalhar a questão de processos e perdas e o retrabalho é grande nas empresas. Então, o momento agora é de melhorar internamente, melhorar o processo, melhorar o treinamento das pessoas”, ressaltou Lacerda.

O gerente do SENAI Unidade Nova Serrana, Rômulo Maciel, explica as vantagens na adesão dos programas.

“O grande diferencial deste projeto é que vamos para dentro da linha de produção, avaliamos a realidade de cada empresa, de cada setor, de cada operação e, a partir disso, que vamos agir. Por isso, o projeto tem esta metodologia tão comprovada e conseguimos, realmente, realizar na prática”, enfatiza Maciel.

Ainda de acordo com Maciel, o sistema utilizado ajuda as empresas em diversos fatores considerados cruciais para evitar as perdas desnecessárias.

“São observados tudo que influencia no processo produtivo, movimentos, quantidade de estoque intermediário, fluxo da produção, se o fluxo é intermitente ou contínuo, se existe muito retrabalho, tudo que influencia no processo produtivo é avaliado com base na metodologia do Lean Manufacturing (manufatura enxuta)”, informou e concluiu: “Acredito que é uma oportunidade muito boa para as empresas porque além da metodologia já ser comprovada, difundida no mundo todo, temos agora um subsídio muito interessante. As empresas terão uma boa oportunidade com baixo investimento”.

 

Selma Assis
Assessora de Comunicação

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io -- 0 Flares ×