Sindinova realiza 18º Jantar de Confraternização e celebra entrega de troféus aos homenageados

0 Flares Filament.io -- 0 Flares ×

Capa

O tradicional Jantar de Confraternização, promovido pelo Sindinova e realizado anualmente, ocorreu no dia 6 de dezembro no Araguaia Campestre Clube. Os agraciados da noite foram escolhidos pelos associados do Sindicato e, em duas categorias, pela diretoria.

Confira a seguir quem são os homenageados do 18º Jantar de Confraternização:

Personalidade do polo de Nova Serrana:

Júlio César Moraes

Júlio César Moraes

(Categoria eleita pela diretoria do Sindinova)

Há 35 anos fomentando o mercado tecnológico em Nova Serrana, Júlio César Moraes, prima pela excelência na prestação de serviços. Visionário, o empreendedor trouxe para a cidade as mais diversificadas inovações em maquinários e componentes para calçados.

Pioneirismo e persistência correm em suas veias, compromisso pulsa em seu sangue. Na labuta desde os 12 anos, Júlio fez a faculdade da vida, passou por ajudante de vendas em camisaria, farmácia, representante de laboratório até chegar ao ramo comercial que daria um novo rumo à sua vida e carreira.

Em 1984, a parceria com os seus irmãos Mauro e João e com o amigo Henrique fez surgir a Moraes e Vieira.  Em 1991, os irmãos assumiram a empresa com o nome Leder Representações. No ano de 2013, a empresa veio para Nova Serrana definitivamente já no comando de Júlio e de seu cunhado Rinaldo. Hoje, a cidade representa mais 95% das vendas da empresa que atua em todo o estado de minas gerais.

Participante de todas as edições da feira de máquinas e componentes para calçados (febrac), e à frente da Leder Representações, Júlio conquistou, ao longo dos anos, a confiança de seus clientes, pela segurança, pelo trabalho sério, inovador e suporte em todas suas atividades. Seu lema maior é nunca deixar pendências.

Promotor do Desenvolvimento Social:

Sargento PM Paulo Soares de Freitas

Sargento Paulo Soares de Freitas

(Categoria eleita pela diretoria do Sindinova)

Nascido em Bom Despacho, no dia 2 de setembro de 1977, o Sargento da Polícia Militar Paulo Soares de Freitas é o décimo dentre 11 filhos. Aos 42 anos de idade, o policial tem uma respeitada trajetória profissional. Serviu ao exército, se dedicou aos ensinamentos religiosos e atua na segurança pública desde 1999.

No ano 2000, formou-se soldado vindo a atuar em Nova Serrana. Dezessete anos depois, foi promovido a terceiro sargento. Possui o curso acadêmico de publicidade e propaganda, é pós-graduado em comunicação integrada e, atualmente, cursa o nono período de psicologia.

Versátil e atuante, já foi presidente do Lions Clube de Nova Serrana e, em 2014, fundou o grupo de escoteiros “Paladinos”. Na academia da Polícia Militar de Minas Gerais, obteve o certificado de instrutor do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd). Em 2003, foi designado a desenvolver o projeto por possuir um perfil psicológico e social que atenderia à metodologia do sistema.

À frente do Proerd, cerca de 30 mil crianças foram atendidas nestes 16 anos de trabalho sério e comprometido. O resultado é o bom relacionamento entre polícia militar e comunidade escolar, que ao longo dos anos revelou a eficiência e o esmero com que se dedica ao projeto.

Nosso homenageado acredita que o trabalho feito de forma valorosa, prestativa, humilde e sem fins políticos, financeiros ou empresariais contribuiu para o sucesso da proposta que leva a educação e a resistência às drogas em primeiro lugar.

Fornecedor Destaque:

Kapão Componentes

Kapão Componentes

(Categoria eleita pelos associados do Sindinova)

Há treze anos no mercado, a Kapão Componentes surgiu quando Wilson Pinto de Azevedo, mais conhecido como Branco, vislumbrou a possibilidade de se ter seu próprio negócio.

Após anos trabalhando em uma loja de componentes, percebeu que tinha talento para aquele tipo de comércio e, paralelamente, decidiu também se arriscar como empresário do ramo.

Em julho de 2006, tirou o projeto do papel e junto com seu irmão, Messias Pinto Neto, montaram uma sociedade. A larga experiência de Branco aliada ao seu caráter foi primordial para que o estabelecimento tivesse ótima aceitação no mercado.

Logo no início das atividades, Branco recebeu uma proposta irrecusável de um amigo que estava encerrando sua empresa em Nova Serrana. Assim, comprou uma grande quantidade de produtos por um preço baixo e com pagamento a longo prazo. Esta oferta foi crucial para que a empresa tivesse uma excelente largada.

Durante suas trajetórias, os sócios passaram por vários desafios, porém a solidez, o empenho e a grande capacidade de se adaptarem fizeram com que buscassem soluções para todos os obstáculos que surgissem.

Ao longo dos anos, a empresa passou por diversos endereços e ampliou sua estrutura. Hoje, conta com 62 colaboradores e atende todo o Polo. A meta, agora, é liderar o mercado de componentes para o setor calçadista até dezembro de 2020.

 

Lojista Destaque:

Taka Taka

Taka Taka

(Categoria eleita pelos associados do Sindinova)

A história da Taka Taka Calçados começou em 1971, quando o mentor Cláudio Rodrigues abriu uma loja em sociedade com amigos. Aos 18 anos, seu primogênito Alexandre e sua filha do meio, Simone, que estava com 16, resolveram seguir os passos do pai e fundaram a primeira loja da rede Taka Taka Calçados, em 1991, no Largo do Arouche. Anos mais tarde, o pai optou em trabalhar com os filhos e, juntos, montaram outras três lojas.

A trajetória marcante da Taka Taka passa também por momentos conturbados. Em meados dos anos 2000, devido às instabilidades e incertezas do mercado, a empresa quase foi extinta. Neste instante, como última tentativa de recuperação da rede, tiveram a ideia de abrir uma loja em um shopping. A ousada atitude resgatou o fôlego e possibilitou continuar com as operações.

Atualmente, a rede se mantém sólida e conta com 15 lojas espalhadas nas zonas Norte, Oeste e Centro de São Paulo.  12 delas são voltadas para os calçados populares e multimarcas, 1 voltada para tênis esportivos e 2 outlets, com um total de 200 funcionários.  A administração segue inteiramente familiar.

Hoje, o desafio principal do grupo é manter-se no mercado varejista, tão competitivo. Para isso, projeta continuar crescendo e evoluindo cada loja e cada departamento, juntamente com a equipe que faz parte da Taka Taka calçados.

Ao longo desses 28 anos, a empresa primou por respeito, ética e comprometimento com os seus clientes e colaboradores, focando sempre em melhores produtos, preços, atendimentos diferenciados, melhor ambiente de trabalho e investindo em lojas mais modernas.

 

Empresa Revelação:

Linc Calçados

LINC

(Categoria eleita pelos associados do Sindinova)

Fundada em 8 de março deste ano, a Linc Calçados é formada pela mãe Hilda e as quatro filhas: Lethícia, Izabela, Nathália e Cristina, cujo nome da fábrica surgiu das iniciais de cada uma das filhas.

As empresárias iniciaram no ramo de calçados em 2005 quando prestavam serviços terceirizados de bordados para as fábricas da cidade. Em busca de maior autonomia, em 2008, se arriscaram na produção de cabedais, mas o empreendimento não foi pra frente. A inexperiência, a falta de conhecimento e de capital foram seus maiores desafios.

Após algumas tentativas frustradas ainda com bordados, a inspiração chegou através de dicas preciosas de um antigo patrão. Aos poucos e com muita persistência, iniciaram a fabricação de sandálias e as vendas foram se expandindo, inclusive, para outros estados. Hoje, a empresa conta com 15 funcionários e uma produção de 400 pares por dia.

2019 está se revelando um ano promissor para as empresárias que participaram pela primeira vez da Fenova e tiveram uma excelente aceitação no mercado, fruto de um trabalho de pesquisa que vem sendo realizado com muito afinco nos últimos três anos. O resultado é um calçado confortável, inovador e com qualidade.

Além disso, a empresa ampliou seus horizontes e novas oportunidades surgiram com as negociações. As perspectivas agora é aumentar os pontos de vendas, modernizar os processos e produtos com uma linha voltada para o inverno.

As empresárias têm como lema fazer cada sandália pensando em cada cliente que irá calçá-la. Visionárias, conquistaram mercado rapidamente e seus produtos agradaram o público.

Empresa Destaque:

Zareia Calçados

Zareia

(Categoria eleita pelos associados do Sindinova)

A Zareia atua no setor calçadista há 7 anos.  A empresa nasceu de um sonho de infância de três jovens empresários: Sidália Ferreira, Sílvio Fernandes e Sonália Ferreira.

Com uma pequena experiência no ramo, porém sem capital de giro, os iniciantes tiveram um árduo caminho a percorrer. Apesar de bem intencionados, os desafios eram constantes e empreender num mercado tão instável era uma tremenda responsabilidade. A família teve um papel primordial tanto no incentivo como na mão de obra, prestando trabalho voluntário nos três primeiros anos da fábrica.

Desconhecidos do mercado e sem tradição no ramo, a compra de matéria-prima e insumos era feita com muito critério. Economia era palavra chave. E, quando as vendas estavam começando a se firmar, a empresa sofreu um revés: perderam as mercadorias, vítimas de um estelionatário. A produção teve que ser, novamente, reduzida pela metade.

Pouco tempo depois, a design Silmara Olímpia passou a integrar o time e transformou a identidade da marca com muita criatividade e estilo. O desejo dos proprietários era construir uma empresa em que todos os colaboradores tivessem os mesmos objetivos e oportunidades de crescimento pessoal e profissional.

Muito além de fabricar sapatos, a Zareia tem o propósito de transmitir em cada par produzido o amor que toda a equipe projeta em seus calçados. Consolidada, a marca oferece autenticidade e design diferenciados em suas coleções.

A média diária é de 1200 pares por dia e tem abrangência em quase todo o território nacional. Neste ano, abriu-se também ao mercado internacional e a expectativa é investir significativamente nos próximos anos.

Mérito Industrial:

João Sebastião Neto

João Sebastião Neto

(Categoria eleita pelos associados do Sindinova)

Nascido em Perdigão em 8 de julho de 1950, o empresário João Sebastião Neto desde muito cedo já se esforçava na lida da roça, porém tinha a ambição de vir para a cidade e aos 14 anos aprendeu o ofício de sapateiro.

Aos 18 seu pai montou em sociedade com um tio uma fábrica de calçados. Com uma produção de 30 pares ao dia e escassos recursos, João trabalhava horas a fio para conseguir entregar a demanda. Aos 21 anos, assumiu juntamente com seu irmão, José Sebastião, a direção da fábrica.

Em 1981, com uma fabricação diária de 120 pares, os irmãos receberam uma proposta de 12 mil pares de sapatilhas chinesas. Em pouco tempo sua produção elevou a mais de 2000%. O sucesso foi tão grande que outras empresas também começaram a produzir o calçado.

A sociedade com o irmão durou 16 anos e, em 1987, João tomou a frente da Indústria de Calçados Alvorada. Hoje, gerenciada pelo filho caçula, a fábrica produz somente linha feminina, tem 81 funcionários e uma produção diária de 3 mil pares.

Atencioso, o empresário procura participar de várias entidades e eventos de cunho social. Sempre coloca a família em primeiro lugar e acredita que sem ela nada seria. João carrega consigo uma filosofia de vida de que unidos somos mais fortes.

Empreendedor de sucesso, foi presidente da Associação Comercial e Industrial de Nova Serrana e vice-presidente do Sindinova. É sócio fundador da Fausto Pinto da Fonseca, mantenedora da Fans, e sócio vitalício do Lions Clube de Nova Serrana.

A realização do evento contou com o apoio da CDL de Nova Serrana e com a Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes (FIMEC).

Confira as fotos do evento no link abaixo:

https://www.facebook.com/pg/sindinovaoficial/photos/?tab=album&album_id=2652440061540995

Selma Assis
Assessora de Comunicação

 

 

 

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io -- 0 Flares ×